Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Soares calado é um poeta...

por FP1980, em 21.11.13

Como ponto prévio, devo confessar que o Mário Soares é, provavelmente, o político português que mais admiro, por todo um percurso de vida.

 

As recentes e reiteradas declarações do ex-Presidente da República, a pedir a demissão do governo e do presidente, alertando para os riscos de violência na rua e procurando "salvar Portugal" deixam-me algo transtornado.

 

Contrariamente a diversos ex-lideres que, após cessarem funções, se resguardarem da vida pública, o Mário Soares tem optado por discurso inflamados contra o actual governo que, no meu entender, em nada ajudam o país a sair da crise em que estamos mergulhados.

 

Com toda a experiência acumulada, deveria saber que em tempos difíceis, as pessoas com responsabilidades, passadas e presentes, no estado do país devem ter especial atenção nas declarações que prestam...

 

Nesse capítulo, é muito mais adequada a postura dos restantes ex-presidentes...

 

Para não gerar confusões, tenho sido bastante crítico do actual governo e continuo a achar que o actual Presidente da República é o maior erro de casting da política portuguesa, mas se o Dr. Mário Soares realmente está empenhado em "salvar o país", sugiro que olhe para dentro do PS e questione o porquê de esse partido ainda não se ter assumido como uma alternativa viável de governo para o país.

 

Na minha opinião, como socialista convicto, deve-se ao fato das pessoas olharem para o Seguro e verem uma fotocópia do Passos Coelho e ainda não terem percebido qual a alternativa ao actual rumo do país...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


59 comentários

Imagem de perfil

De Equipa SAPO a 22.11.2013 às 15:59

Boa tarde,
este post está em destaque na área de Opinião do SAPO.
Cumprimentos,
Isabel Oliveira Dias - Portal SAPO
Sem imagem de perfil

De Zé Povo a 22.11.2013 às 16:22

Faltou completar a frase: Soares calado é um poeta e quando abre a boca um pateta.
Sem imagem de perfil

De bl a 22.11.2013 às 22:11

E O SR. É UM BOBO DA DIREITA
Imagem de perfil

De irritado a 23.11.2013 às 13:45

e o senhor é uma besta da esquerda
Imagem de perfil

De Julie a 22.11.2013 às 17:25

Soares não é fixe! Soares já nem sabe o que diz!
Sem imagem de perfil

De teixeira a 22.11.2013 às 17:28

De certo o vetusto Mário Soares pode ser um poeta, calado. Mas, não se curva! Não se abate! Não se transforma em uma placenta política. Faz o trabalho, inconveniente, surreal, quixotesco dos que se acomodam . E são muitos. Aliás, a maioria. Não é apático, como a juventude que se esvai em cervejas e afins. Não é um covarde. Na verdade, é um suícida. Como é o oposto dos indolentes, que nem conseguem um movimento de rebeldia. Meu maior respeito pelo poeta!
Sem imagem de perfil

De mar a 22.11.2013 às 17:47

Subscrevo totalmente.
Sem imagem de perfil

De rtyu a 22.11.2013 às 17:54

O que Mário Soares está a fazer é a demonstrar ser um cidadão da democracia, coisa que a juventude actual não quer saber para nada. Sou mais um a demonstrar respeito por Soares.

No fundo, mandar calar alguém por estar contra a corrente é estar a favor desta situação.

Aliás, só estamos nesta situação por estarmos adormecidos desde a Constituição de 1933: aprender a comer e a estar calado.

Quem não se cala, é porque é irresponsável.

Há qualquer coisa de estranho em Sampaio, por exemplo, quando por tão pouco deitou abaixo Santana Lopes e agora não aparece, não participa, deixou de existir.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.11.2013 às 10:08

copy/paste

A Fundação Mário Soares recebeu, entre 2008 e 2010, cerca de um milhão e 272 mil euros de apoios financeiros públicos, de acordo com o relatório de avaliação das fundações divulgado hoje pelo Governo.
A fundação com o nome do antigo Presidente da República e primeiro-ministro Mário Soares, criada em 1991, tem uma percentagem de 25 por cento de proveitos em relação aos apoios financeiros públicos recebidos, segundo o mesmo relatório.

A instituição recebeu uma pontuação global de 61,5, definindo-se «como projecto europeu», e tendo «por fim realizar, promover e patrocinar acções de carácter cultural, científico e educativo nos domínios da ciência politica, da história contemporânea, das relações internacionais e dos direitos humanos».

A Fundação Mário Soares, com 43 colaboradores, teve mais de 31 mil beneficiários ou destinatários entre 2008 e 2010, aponta o mesmo relatório.

Além do apoio financeiro, esta fundação teve um valor patrimonial tributário isente de mais de 268 mil euros.
Sem imagem de perfil

De Sofia a 22.11.2013 às 18:10

É pena as pessoas já não se lembrarem que quando o Sr. Mário Soares vivia em França, queimou uma bandeira de Portugal. Aí, Portugal não prestava e ele não precisava do nosso pobre povo para nada.
Mas quando voltou e viu os milhões que conseguia arrecadar, quando esteve no governo ou graças à sua Fundação, aí Portugal, ignorante, já era uma oportunidade.
Agora cortaram uma parte do financiamento da Fundação (tenho pena que não tenham cortado tudo), ele anda inflamado pois já não pode fazer a vida que tinha.
Vamos todos votar no PS, que roubou quanto quis e pôs o dinheiro lá fora, para eles voltarem e ver se ainda conseguem rapar mais um pouco o tacho, incluindo o Sr. Mário Soares.
Imagem de perfil

De impunidade a 22.11.2013 às 20:23



VELHOTE : Subscrevo inteiramente
Sem imagem de perfil

De maria santos a 22.11.2013 às 23:24

Concordo plenamente!
O mais curioso do 'exilio' do sr Mário Soares foi a família dele ter mantido o colégio Moderno e a sua mulher ter tido autorização de o ir visitar a França e nunca ter sido interdito o seu retorno a Portugal para continuar na sua vidinha. Será que nunca ninguém se questionou porquê tal benesses lhes eram permitidas?
E a verdade é que o governo de senhor de Santa Comba Dão, aos que eram realmente seus opositores e referidas familias nunca concedeu tais regalias e muitas sofreram as consequências de não alinharem.
Creio que este senhor apenas está preocupado com os seus interesses o resto são balelas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.11.2013 às 00:12

Soares diz o que quase ninguém tem a coragem de dizer. Num país de acomodados e submissos, este senhor ainda tem uma atitude de intervenção. Comer e calar não é o meu lema e não deveria ser o deste país. Quanto a mim tiro o chapéu ao poeta!!!!!
Sem imagem de perfil

De hds a 22.11.2013 às 18:16

é verdade que soares fala muito mas não fala de quanto recebe por mês sem descontos como todos os pobres que trabalham ( perguntem-lhe quanto pága de impostos se ele responder corretamente então já pode falar)
Sem imagem de perfil

De expoliado de angola a 22.11.2013 às 18:17

o sr. mario soares aqui na terra é um rei. espero que na vida eterna Deus lhe de em dobro o que ele fez aos brancos de 2ª de Angola
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 22.11.2013 às 18:19

Tomara muitos dos que vêm para aqui insultá-lo chegarem aos oitenta e picos e terem o discurso e a coragem que ele tem. Com oitenta e picos anos e ainda se dá a este trabalho? BEM HAJA!
Os seus críticos são os de sempre (agora no governo): geração de retornados das ex-colónias que nunca lhe perdoaram o facto de ele ter feito a descolonização e ter contribuido para a implantação de um regime constitucional democrático. Mau perder tem essa gente.
Sem imagem de perfil

De SerraBrava a 22.11.2013 às 18:51

Mas, em contrapartida, tem V. Ex. um MUITO BOM ganhar.
Entendi-te perfeitamente ...
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 23.11.2013 às 00:45

Não sei o que pretende dizer com o MUITO BOM ganhar. Não me conhece de lado nenhum para insinuar o que quer que seja. Devem ser vícios antigos, só pode.
Sem imagem de perfil

De Bela a 22.11.2013 às 23:47

Será que os criticos serão de facto os retornados das ex-colónias?
Houve infelizes, sobretudo jovens que, em França foram lixados. Foram apanhados e obrigados a voltar a Portugal e enviados para as ex-colónias. Quem o fez, não os encontraram por obra e graça do Espirito Santo. No entanto os exilados de 'ouro' circulavam livremente e até tinham visitas de família a viver em Portugal.
Há muita verdade escondida...
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 23.11.2013 às 00:38

À sua pergunta sobre se os críticos serão de facto os retornados das ex-colónias, aconselho-a a ver o teor das críticas e os nicknames dos seus autores. Depois é só somar 2+2.
O resto é mesmo saudosismo do lápis azul e outras aberrações anacrónicas da outra senhora.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.11.2013 às 10:10

Makiavel... desculpa, mas tens qualquer coisa de asno, lê isto:
A Fundação Mário Soares recebeu, entre 2008 e 2010, cerca de um milhão e 272 mil euros de apoios financeiros públicos, de acordo com o relatório de avaliação das fundações divulgado hoje pelo Governo.
A fundação com o nome do antigo Presidente da República e primeiro-ministro Mário Soares, criada em 1991, tem uma percentagem de 25 por cento de proveitos em relação aos apoios financeiros públicos recebidos, segundo o mesmo relatório.

A instituição recebeu uma pontuação global de 61,5, definindo-se «como projecto europeu», e tendo «por fim realizar, promover e patrocinar acções de carácter cultural, científico e educativo nos domínios da ciência politica, da história contemporânea, das relações internacionais e dos direitos humanos».

A Fundação Mário Soares, com 43 colaboradores, teve mais de 31 mil beneficiários ou destinatários entre 2008 e 2010, aponta o mesmo relatório.

Além do apoio financeiro, esta fundação teve um valor patrimonial tributário isente de mais de 268 mil euros.
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 23.11.2013 às 23:10

Estás desculpado. Sou benevolente para retardados que só sabem fazer copyright/paste.
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 23.11.2013 às 23:12

Estás desculpado. Sou benevolente para retardados que só sabem fazer copy/paste.
Sem imagem de perfil

De jovem ignorante a 23.11.2013 às 11:01

só quem não viveu essa realidade é capaz de dizer uma barbaridade dessas, Descolonização exemplar, claro que com altos lucros para quem sempre rejeitou Portugal e os Portugueses.
leia bem a história e verá que as coisas não foram assim tão proveitosas para ninguém excepto para meia dúzia de pseudópoliticos, onde está incluindo esta carcaça que tanto roubou ao país

Sem imagem de perfil

De Makiavel a 23.11.2013 às 23:07

Confirma-se, portanto, a opinião inicialmente por mim apresentada, acerca da origem e razões das críticas a Mário Soares. Quanto à descolonização: não foi (nunca são) exemplar(es). São o que o tempo histórico em que são feitas o permitem. A crítica a Mário Soares não é por ele ter dito que foi exemplar, foi por ele a ter feito, passo a simplificação. Não foi melhor nem pior que a francesa na Argélia ou a inglesa na Índia; foi a possível em face do atraso. Agradeça a esses "grandes" portugueses Caetano e Salazar, a posição de fraqueza com que Portugal teve de negociar. Ou acha que Portugal seria o último dos moicanos europeus com império em África? Parece-me que alguém está precisado de ler a História e os seus ventos e esse alguém não sou eu.
Sem imagem de perfil

De eduardo a 22.11.2013 às 18:36

a culpa não é dele mas sim de quem, lhe dá importância. O País está neste estado , não só por culpa do anterior e deste governo que tem apenas uma pequena parte, mas sim dele a começar pela descolonização. Eu dedico-me aos meus netos, porque tenho 65 anos, e penso que há muitas pessoas que deviam fazer o mesmo, em vez de dizer disparates.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.11.2013 às 00:08

Soares diz o que quase ninguém tem a coragem de dizer. Num país de acomodados e submissos, este senhor ainda tem uma atitude de intervenção. Comer e calar não é o meu lema e não deveria ser o deste país. Quanto a mim tiro o chapéu ao poeta!!!!!

Comentar post


Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D